Dilma Rousseff

Dilma e o Brasil na Cabeça e no Tornozelo de Kunhaporu   João da Silveira Outubro de 2015 Dilma fez o diabo com a economia pensando em sua reeleição. E reeleita ela foi. Acontece que, como Sigmund Freud bem entendia, economia é outro nome para realidade.  E a realidade endiabrada de Dilma e por Dilma está neste outubro de 2015 a desmoronar de várias maneiras sobre este seu segundo mandato, maneiras todas oriundas da corrupção imensa de um capitalismo de Estado tocado por ela mesma, um capitalismo de laços dos amigos de Lula. Dilma é nossa. Ela é nossa realidade desmoronando sobre nós. O próprio Lula, o criador da “presidenta” corruptora da linguagem, ambos, Lula e Dilma, acham-se metidos agora…

Continuar lendoDilma Rousseff

Dilma & Vladimir

João da Silveira 05/10/2015   Dilma na Primeira Semana de Outubro de 2015 Terá Dilma Rousseff tido a sensação ou premonição de que esta foi sua última ida à Assembleia Anual das Nações Unidas como presidente do Brasil? Certo é que não. Observando-a desde o Brasil, onde seu governo segue em condições precárias, pode-se ter facilmente essa sensação. Aliás, dada a forma como ela alcançou sua reeleição, sua política econômica populista de incentivo ao consumo e não à poupança nem ao investimento produtivo, dada a corrupção imensa de seu capitalismo de Estado e de favorecimento aos amigos de Lula, é possível imaginar desde sempre que ela não terminará seu segundo mandato. E a marcha dos acontecimentos até aqui só reforça…

Continuar lendoDilma & Vladimir

Dilma e Vladimir

Notas sobre Dilma e Vladimir na ONU   João da Silveira 28/09/2015   (70º Aniversário das Nações Unidas) Para Dilma, a ONU começou na conferência de São Francisco Buscou-se, naquela ocasião [1945], construir um mundo fundado no Direito Internacional e na busca de soluções pacíficas para os conflitos. Desde então, tivemos avanços e recuos. O processo de descolonização apresentou notável evolução, como se pode constatar contemplando a composição desta assembleia. A ONU ampliou suas iniciativas, incorporando a Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, ou seja, as questões relativas ao meio ambiente, ao fim da pobreza, ao desenvolvimento social e ao acesso a serviços de qualidade. Temas como os desafios urbanos, as questões de gênero e raça, ganharam prioridade.…

Continuar lendoDilma e Vladimir

Dilma e Vladimir na ONU em 2015

  João da Silveira 28/09/2015   Tradicionalmente o Brasil abre em setembro a Assembleia Anual das Nações Unidas. Dilma Rousseff foi lá pela quinta vez (2011-12-13-14-15), cumpriu a tradição e fez um discurso certo, mas inconsequente. ‘Inconsequente’ é palavra de duplo sentido; pode significar ‘sem importância’ e pode significar ‘irresponsável’. Uso a palavra aqui com esse duplo sentido. Vladimir Putin também esteve lá e falou. Há nove anos ele não ia à Assembleia Anual. Desta vez, apresentou sua visão multipolar do mundo em um discurso franco e consequente. ‘Consequente’ também é termo de duplo sentido; pode significar ‘importante’ e pode significar ‘responsável’. Uso a palavra aqui com esse duplo sentido. Barack Obama falou por fim e nos colocou diante de…

Continuar lendoDilma e Vladimir na ONU em 2015