Dilma & Vladimir

João da Silveira 05/10/2015   Dilma na Primeira Semana de Outubro de 2015 Terá Dilma Rousseff tido a sensação ou premonição de que esta foi sua última ida à Assembleia Anual das Nações Unidas como presidente do Brasil? Certo é que não. Observando-a desde o Brasil, onde seu governo segue em condições precárias, pode-se ter facilmente essa sensação. Aliás, dada a forma como ela alcançou sua reeleição, sua política econômica populista de incentivo ao consumo e não à poupança nem ao investimento produtivo, dada a corrupção imensa de seu capitalismo de Estado e de favorecimento aos amigos de Lula, é possível imaginar desde sempre que ela não terminará seu segundo mandato. E a marcha dos acontecimentos até aqui só reforça…

Continuar lendoDilma & Vladimir

Dilma e Vladimir

Notas sobre Dilma e Vladimir na ONU   João da Silveira 28/09/2015   (70º Aniversário das Nações Unidas) Para Dilma, a ONU começou na conferência de São Francisco Buscou-se, naquela ocasião [1945], construir um mundo fundado no Direito Internacional e na busca de soluções pacíficas para os conflitos. Desde então, tivemos avanços e recuos. O processo de descolonização apresentou notável evolução, como se pode constatar contemplando a composição desta assembleia. A ONU ampliou suas iniciativas, incorporando a Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, ou seja, as questões relativas ao meio ambiente, ao fim da pobreza, ao desenvolvimento social e ao acesso a serviços de qualidade. Temas como os desafios urbanos, as questões de gênero e raça, ganharam prioridade.…

Continuar lendoDilma e Vladimir

Dilma e Vladimir na ONU em 2015

  João da Silveira 28/09/2015   Tradicionalmente o Brasil abre em setembro a Assembleia Anual das Nações Unidas. Dilma Rousseff foi lá pela quinta vez (2011-12-13-14-15), cumpriu a tradição e fez um discurso certo, mas inconsequente. ‘Inconsequente’ é palavra de duplo sentido; pode significar ‘sem importância’ e pode significar ‘irresponsável’. Uso a palavra aqui com esse duplo sentido. Vladimir Putin também esteve lá e falou. Há nove anos ele não ia à Assembleia Anual. Desta vez, apresentou sua visão multipolar do mundo em um discurso franco e consequente. ‘Consequente’ também é termo de duplo sentido; pode significar ‘importante’ e pode significar ‘responsável’. Uso a palavra aqui com esse duplo sentido. Barack Obama falou por fim e nos colocou diante de…

Continuar lendoDilma e Vladimir na ONU em 2015